Sobre as Koinonias

 

“Rogo-vos, pois, irmãos, por nosso Senhor Jesus Cristo e também pelo amor do Espírito, que luteis juntamente comigo nas orações a Deus a meu favor, a fim de que, ao visitar-vos, pela vontade de Deus, chegue à vossa presença com alegria e possa recrear-me convosco” (Rm 15.30,32).

 

O que são as "Koinonias"?

 

            Por Koinonias chamamos pequenos grupos de pessoas que se reúnem semanalmente fora dos templos (sejam em praia, clubes, restaurantes, shoppings etc.) com objetivos recreativos, visando integrar pessoas que frequentam (e mesmo aqueles que não frequentam) a igreja, fortalecer relacionamentos e desenvolver amizades entre elas.

            Um dos objetivos dos Grupos de Relacionamento Koinonia é levar a que seus integrantes façam aquilo que não conseguem fazer durante os cultos: conversar, bater-papo, se conhecer melhor e desenvolver amizades. Ou seja, aplicar os sentidos da palavra koinonia que no tópico anterior pudemos observar.

            Tais encontros ocorrem semanalmente, em qualquer dia da semana com exceção dos domingos, e em horários e locais variados – desde que não seja nos templos ou em quaisquer outras dependências.

            Vale ressaltar que, apesar de as reuniões se dirigirem à edificação, sua metodologia se baseia em recreação e desenvolvimento de relacionamentos, ficando a tarefa das pregações e dos estudos bíblicos e doutrinários para os cultos, as Escolas de Aperfeiçoamento, as escolas dominicais e os cursos da Faculdade de Teologia Wittenberg, assim como o discipulado formal para os ministérios de consolidadores e discipuladores – com os quais os Grupos de Relacionamento Koinonia estão integrados. Mas os Grupos de Relacionamento Koinonia devem ficar-se essencialmente no desenvolvimento e fortalecimento dos relacionamentos.

 

Sete coisas que a Koinonia não é nem pode ser

 

                Outra forma de explicar o que é um Grupo de Relacionamento Koinonia é apontar sobre as características que o mesmo “não tem”, e que o líder de Koinonia deve sempre se lembrar:

 

  1. Não é um local para se fazer um discipulado formal, tarefa esta dos consolidadores e dos discipuladores. Seu objetivo central é o de desenvolver relacionamentos.
  2. Não é um culto.
  3. Não é uma reunião de estudos bíblicos.
  4. Não é uma reunião de oração.
  5. Não é uma roda dos escarnecedores ou de murmuradores.
  6. Ainda que deva haver incentivo à presença de todos, não é um curso no qual existe uma lista de presença ou quaisquer outros tipos rígidos de cobrança de presença.
  7. Não é uma “igreja dentro da igreja”.

 

Quem pode participar dos Grupos de Relacionamento Koinonia?

 

            Qualquer pessoa pode participar: membro antigo da igreja, novo membro da igreja, membro de outra igreja, incrédulo, idólatra. Já quanto ao exercício da liderança das Koinonias, esta é, naturalmente, restrita a pessoas convertidas e aliançadas com a liderança da igreja.

            Quanto ao quórum, não existem número máximo ou mínimo de integrantes dos Grupos de Relacionamento Koinonia. Se houver apenas duas pessoas interessadas em participar de uma Koinonia de ping-pong, esta Koinonia pode ser aberta, ainda que seja difícil continuá-la se um dos dois não for muito presente... Ainda assim, seu líder deverá comparecer às reuniões mensais com os demais líderes de Koinonia junto ao coordenador deste ministério.

 

Tipos de Koinonias

 

            Os Grupos de Relacionamento Koinonia são criados à medida que surjam pessoas interessadas em criá-los e pessoas interessadas em frequentá-los. Os tipos e temáticas são variados - do "Clube de Fotografia" aos Gamers (a lista completa pode ser vista aqui) - e apenas representam alguns tipos de Grupos de Relacionamento Koinonia que podem ser desenvolvidos, dentre inúmeros outros a serem criados.

 

Locais e dias

 

            As reuniões dos Grupos de Relacionamento Koinonia são semanais – mais do que isso pode desgastar e menos do que isto pode desanimar. Podem as mesmas acontecer em qualquer dia, exceto aos domingos.

            Quanto aos locais, com exceção do templo e de suas dependências, lugares em que propositalmente os Grupos de Relacionamento Koinonia são proibidos de funcionar, as reuniões podem acontecer em locais variados, dependendo do tipo de Koinonia, como alguns lugares abaixo relacionados:

 

  • Cafeterias
  • Sorveterias
  • Pizzarias
  • Restaurantes
  • Praias
  • Cinemas
  • Teatros
  • Playgrounds
  • Clubes
  • Shopping centers
  • Praças etc.

 

As “Quatro Estações” de cada Koinonia

 

Prazo-limite de duração das Koinonias

 

            Cada Koinonia tem duração trimestral, desenvolvendo um programa de quatro temporadas anuais baseada nas quatro estações do ano:

 

  • Temporada “Verão”

(entre 21 de dezembro e 20 de março)

 

  • Temporada “Outono”

(entre 21 de março e 20 de junho)

 

  • Temporada “Inverno”

(entre 21 de junho e 20 de setembro)

 

  • Temporada “Primavera”

(entre 21 de setembro e 20 de dezembro)

 

            Assim, uma das regras básicas é que, a cada estação do ano, uma vez que aquelas Koinonias não serão continuadas, seus integrantes participem de outras Koinonias, escolhendo-as livremente conforme o seu interesse.

 

Prazo limite do exercício da liderança de uma Koinonia

            De igual modo, cada líder do Grupo de Relacionamento Koinonia não poderá exercer liderança por duas estações seguintes. Isto é, caso lidere uma Koinonia no inverno não poderá liderar nenhuma outra na primavera, mesmo que seja de outro tipo, só podendo voltar a liderar uma Koinonia a partir do verão.

            Por falar em liderança, vale lembrar que os líderes de Koinonia devem participar do curso da 11ª Escola de Aperfeiçoamento antes de exercer sua liderança.

 

“Festa de Final de Estação”

 

            Cada final de estação representa, também, o final daquela Koinonia e, consequentemente, do contato com todos os integrantes daquele grupo, uma vez que os mesmos se dispersarão através de outras Koinonias. Por isso, devem os líderes dos Grupos de Relacionamento Koinonia ter a iniciativa de promover e divulgar uma “Festa de Final de Estação”, na qual poderão presentear-se (o “amigo oculto” não é exclusivo ao Natal!) e marcar o final daquela tão abençoadora fase.

 

Quero me inscrever

e fazer uma visita

 

 

Nossa história através de nossos informativos

Últimas notícias

05/07/2017 18:17
Com a programação de aniversário...
03/04/2017 10:34
Após período usando o sistema...
23/12/2016 13:28
 À partir de janeiro dois dos...
1 | 2 | 3 | 4 >>

 

Agenda

Newsletter

Assine a nossa newsletter:

Baixe agora o nosso aplicativo