Reuniões de Presbitério

 

    Como especificado em seu nome, tais reuniões se restringem a presbíteros, seja da igreja local, da aliança de igrejas ou de uma denominação, sendo assim divididas:

 

1º.    Presbitério denominacional (“Conselho de Pastores da Igreja de Nova Vida”)

 

    Trata-se de um presbitério denominacional que acontece mensalmente, onde os bispos (ou eventualmente um convidado destes) traz uma palavra aos pastores, além de notícias e orientações para a denominação.

    Como a maioria dos pastores da denominação moram na cidade do Rio de Janeiro, tal presbitério ocorre nas dependências de uma das Igrejas de Nova Vida presididas por um dos bispos desta cidade.

    Apenas podem participar deste presbitério os bispos e pastores da Igreja de Nova Vida.

 

 

2º.    Presbitério de Frutificação Ministerial

 

    Denominado de “Presbitério Trimestral de Frutificação Ministerial”[1], é realizado trimestralmente e se restringe a assuntos relacionados aos relatórios de crescimento de alvos propostos nas seguintes áreas:

 

 

I.                    A serem apresentados pelos superintendentes

 

1.       Leitura de aspectos relevantes observados em algumas das igrejas pela visita dos superintendentes;

 

 

II.                  A serem apresentados pelos supervisores distritais

 

1.       Quantidade de reuniões do distrito durante o trimestre, e definições ocorridas nos mesmos;

 

2.       Projeção de novas igrejas a serem abertas, por distrito;

 

3.       Eventos relacionados às missões, por distrito;

 

4.       Quantidade de colunas de cada igreja envolvidas com missões, por igreja;

 

 

III.               A serem apresentados pelo coordenador da Escola de Líderes “Karpós”

 

 

1.       Alunos inscritos nas “Escolas de Aperfeiçoamento” 13 a 16, por igreja;

 

 

IV.               A serem apresentados pelo secretário de missões

 

 

1.       Leitura do relatório trimestral das igrejas no campo missionário;

 

 

V.                  A serem apresentados pelos tesoureiros

 

1.       Quantidade de membros aliançados, responsáveis e compromissados com a manutenção do ministério e avanço do evangelho (média trimestral de dizimistas, por igreja);

 

 

VI.               A serem apresentados pelos regentes das igrejas

 

1.       Justificativas dos presbíteros ausentes nos CCMs e nas reuniões do distrito relativos ao trimestre, e prováveis transferências dos mais faltosos à sede;

 

2.       Justificativa dos pastores ausentes nas reuniões do “Conselho de Pastores de Nova Vida” (“Presbitério Denominacional”) nos meses relativos ao semestre;

 

3.       Crescimento trimestral de participantes nos cultos, por igreja;

 

4.       “Tropas de Evangelização” em atividade, e quantidade de membros da igreja envolvidos com tal grupo de evangelistas;

 

5.       Neófitos em discipulado por igreja nas “Escolas de Aperfeiçoamento” 1 a 3 (visando-os ao próximo batismo nas águas);

 

6.       Alunos inscritos nas “Escolas de Aperfeiçoamento” 4 a 12, por igreja;

 

7.       Quantidade de “Grupos de Vida Koinonia” em atividade, por igreja;

 

8.       Quantidade de gabinetes de aconselhamento pastoral realizados;

 

9.       Quantidade de visitas pastorais realizadas;

 

    Estes relatórios devem ser apresentados no projetor da sede do ministério em arquivo do Power Point, para facilitar a compreensão de tais informações.

Tratando-se de uma reunião ordinária, a mesmo ocorre a cada três meses, geralmente na terceira sexta-feira do mês posterior a cada trimestre, a saber:

 

  • Abril (referente ao 1º trimestre do ano);
  • Julho (referente ao 2º trimestre do ano);
  • Outubro (referente ao 3º trimestre do ano);
  • Janeiro (referente ao 1º trimestre do ano).

 

 

3º.    Presbitério Distrital

 

    Trata-se de uma reunião em que o supervisor distrital se reúne com os presbíteros de seu distrito para tratarem de assuntos comuns relativos às igrejas daquela região, abrangendo questões relacionadas às necessidades das igrejas, a eventos especiais com envolvimento do distrito ou à comunhão entre aqueles presbíteros, mas, especialmente, em tal reunião o supervisor não apenas analisa as observações registradas pelo superintendente em suas visitas nas igrejas dos distritos como, também, cobra dos regentes os relatórios de suas igrejas que serão por ele apresentados no PTFM[2] trimestral, indicando possíveis auxílios das demais igrejas do distrito a fim de que alguns dos alvos ministeriais sejam alcançados de cada igreja sejam, alcançados a tempo do PTFM.

 

 

4º.    Presbitério Geral Extraordinário

 

    Uma vez que há mensalmente o “Culto Central do Ministério”[3], em que assuntos relacionados a tais igrejas são ali abordados, tal reunião de presbitério ocorre extraordinariamente, por iniciativa de um dos supervisores distritais e assim aprovado pelo pastor presidente, a fim de tratar de assuntos específicos relacionados a todo ministério.

 

 

5º.    Presbitério local

 

    Trata-se de uma reunião que só ocorre em igrejas que tenham mais de um presbítero. Nestas, os presbíteros das mesmas devem encontrar-se para tratar de assuntos relacionados à “saúde de suas ovelhas”. Tal presbitério local acontece em dia e horário a ser combinado entre os mesmos, sem uma regularidade definida.

 

 


[1] Vulgo “PTFM”.

[2] “Presbitério Trimestral de Frutificação Ministerial”.

[3] Vulgo “CCM”.

 

Para ver a agenda geral em tamanho maior, clique aqui

  

Nossa história através de nossos informativos

 

Agenda

Newsletter

Assine a nossa newsletter:

Baixe agora o nosso aplicativo