Manual de orientação aos noivos

para ser lido antes do casamento

Autor: Martinho Lutero Semblano
 
Capítulo 1: Com quem casar: a segunda decisão mais importante da vida
Por que namorar? Qual o objetivo do namoro para o cristão?
Uma época de conhecimento, avaliação e confirmação do futuro cônjuge
Uma época para aprender a doar-se
Os sete estados relacionais básicos em que se encontram os solteiros
Aceitáveis bíblica e moralmente
1ª. Celibato continente temporário (castidade)
2ª. Celibato continente perpétuo (castidade)
3ª. Solteirismo proposital
4ª. Namoro
Não aceitáveis bíblica nem moralmente
1ª. Celibato incontinente
2ª. Manipulação de curto período (“ficar”)
3ª. Manipulação de longo período (“ajuntar-se”)
A origem do casamento
Compreendendo o projeto de Deus
 
Capítulo 2: O casamento o levará a uma nova fase que irá lhe requerer maturidade e renúncia
Resguarde-se de expor a si e ao seu cônjuge nas redes sociais
Preserve o seu cônjuge
Preserve o seu ministério
As fotos e pensamentos postados hoje os acompanharão pelo resto de sua vida
Conversa de casal para todos ouvirem?
Amadureça e guarde as particularidades comuns aos recém-casados
“Vida de casado” é diferente de “vida de solteiro”: a importância de aprender, no namoro, a preservar sua família através da restrição de comentários a amigos
Não façam comparações com relacionamentos anteriores nem com seus pais
Relações interpessoais: A necessidade do casal em redefinir a graduação de suas amizades e escolher com critério um conselheiro-confidente
Aprenda a restringir o número de amigos com os quais você irá compartilhar assuntos pessoais
Aprenda a graduar o tipo de amizade para saber “o que” contar e “a quem” contar
A dolorosa transição entre o “ministério de jovens” e o “ministério de casais”: procure desenvolver novas amizades com outros casais da igreja
 
Capítulo 3: A vida íntima do cristão: o que “é” e o que “não é” pecado segundo a bíblia
Finalidades do relacionamento íntimo
1ª. Procriar
2ª. Dar e receber prazer de seu cônjuge
3ª. Dizer “eu te amo”
4ª. Relaxar das tensões
Qual deve ser a regularidade do relacionamento íntimo no casamento?
Esteja sensível ao momento, e não force
Quanto à constância
Análise textual no grego koiné: “Incontinência”
De quem deve partir a iniciativa para o relacionamento íntimo do casal?
O limite no relaciomento íntimo entre marido e mulher
Análise textual no grego koiné: “Sem mácula”, “Impuros”, “Adúlteros”
O que “é” e o que “não é” pecado na vida íntima do casal
Pecaminosos e proibidos, segundo a bíblia
1º. Prostituição
2º. Adultério
3º. Fornicação
4º. Homossexualismo
5º. Menofilia
6º. Zoofilia
7º. Incesto
Podendo ou não ser pecaminoso, segundo a bíblia
1º. Autossatisfação sexual
Análise textual no grego koiné: “Adultério”, “Abrasado”
Não relacionados como pecaminosos, segundo a bíblia
1º. Intercurso anal
Análise textual no grego koiné: “Sodomitas”
2º. Coito interrompido
Incentivado e enaltecido, segundo a bíblia
1º. Intercurso oral
Deve haver atração física entre o casal
O casal deve saber “provocar” desejo íntimo em seu cônjuge
1ª. Provocando o desejo pela vestimenta
2ª. Provocando o desejo pelo aroma
3ª. Provocando o desejo pelo cuidado com o corpo
4ª. Provocando o desejo pela linguagem
5ª. Provocando o desejo pelo beijo
6ª. Provocando o desejo pelo toque e pelas carícias íntimas
Impondo limites no namoro para que haja limites no casamento
Guarde-se de expor-se a outros que não ao seu cônjuge
A qualidade/santidade do namoro influenciará a qualidade/santidade do casamento
O caso dos que não se preservaram
 
Capítulo 4: Planejamento de filhos
Definam quantos filhos desejam ter
“Menino ou menina?”
Conversem sobre a época ideal em que pretendem ter o primeiro filho
Antes do casamento, agende(m) uma consulta e um exame médico
Definição do método contraceptivo que o casal pretende adotar
Necessário aos que tiveram vida sexual ativa antes de iniciar o namoro cristão
Lidando com a gravidez inesperada
Ame imediata e intensamente este abençoado bebê, independentemente do contexto de sua concepção
Não cometa um erro para cobrir outro erro
Investimento do casal que deve ser incluído no planejamento de filhos
Inclua no orçamento um plano de saúde que inclua carência mínima para o parto
Considerem investir em uma residência onde haja um espaço adequado para o bebê
Preparem-se financeiramente para os gastos dos primeiros meses de vida
Segunda fase da infância e demais investimentos nos filhos (espiritual, acadêmico, cultural etc.)
 
Capítulo 5: Relações interfamiliares
“Quem casa quer precisa de casa”
A distância da casa dos pais
“Meus pais, minha casa”
“Pais-babás”
Eventos conjuntos
“Onde irão passar o Natal?”
 
Capítulo 6: Aprendendo a dominar o ciúme
Compreendendo os dois tipos de ciúme
Possíveis causas geradoras de ciúmes doentios
Baixa autoestima
Conselhos de incrédulos e ímpios
Experiências pessoais de desprezo
Experiências pessoais de traição
Experiências traumáticas na família
Como lidar com os ciúmes
Entenda que sem confiança mútua não haverá paz no lar
Entenda que todo ser humano precisa preservar algumas individualidades, e aprenda a respeitá-las
Não crie um ambiente de estado policial em seu lar
Aborde o assunto com serenidade e em um momento e local propícios
Busque a Deus
Confie e descanse em Deus
Entenda que a vantagem é sua
Se o problema persistir, procure ajuda com sua conselheira-confidente
 
Capítulo 7: Perspectivas financeiras e planejamento orçamentário
Perspectivas profissionais: avalie se o seu cônjuge gosta de trabalhar ou quer apenas estar empregado
Qual o emprego atual de seu namorado / sua namorada?
Como seu futuro cônjuge analisa o trabalho e o dinheiro? Qual a visão ideológica do mesmo em relação à riqueza?
Razão vs. emoção: o casal deve optar pela razão ao escolher os cursos universitários a trilhar
Procure andar ao lado de empreendedores e pessoas bem-sucedidas profissionalmente
Uma nova fase: pagar as próprias contas
Susto, desespero e taquicardia nas primeiras contas?... bem, agora é com vocês!
Lápis, papel e calculadora (ou uma planilha)
Valores de entrada
Renda profissional
Apoio financeiro da família
Espectativa de aumento de renda a médio prazo
Valores de saída
Fixos / percentuais
Extras
Despesas de lazer
“Escravizadoras”
Investimentos (havendo possibilidade)
O salário da esposa
A esposa que se dedicar ao trabalho do lar deve dispor de recursos financeiros
1º. A bíblia determina que a esposa que trabalha em casa receba salário de seu marido
2º. O casal deve fazer reuniões regulares quanto ao orçamento familiar
3º. Tanto o marido quanto a esposa devem ser respeitados no tocante a seus objetos pessoais
 
Capítulo 8: Qual o tempo certo para noivar e o tempo certo para casar?
O momento ideal para noivar
Após um período nem muito curto e nem muito longo de namoro, quando houver certezas
No noivado se iniciam os preparativos para o casamento
Celebre o noivado junto aos pais e irmãos dos noivos
Curso de Noivos: Peça ao(s) seu(s) pastor(es) que ministre(m) este curso a vocês, orientando-o(s) e acompanhando-o(s) durante este período
 
Capítulo 9: Planejamento do casamento: projeção orçamentária
Projeção orçamentária: não mate os seus pais de susto!
Relacione a quantidade de pessoas a convidarem, e os divida entre “mui prováveis”, “possíveis” e “improváveis”
Coloque no papel todas as despesas relacionadas ao casamento
Como diminuir os valores de tais despesas
 
Capítulo 10: Planejamento do casamento: registro civil
Sobre a necessidade do registro civil
“O caso do marido acreano desaparecido”
Código Civil Brasileiro, lei 10406/02, art. 1516
A importância da documentação para a realização do casamento religioso com efeito civil
Código Civil Brasileiro, lei 6015/73, art. 67 e 71
Código Civil Brasileiro, lei 10406/02, art. 1515
“4-5-12”: Quatro documentos, cinco locais e doze passos que os noivos devem dar para oficializar o seu casamento
Rememorância A: “Quatro documentos”
1º. Certidão de Habilitação para Casamento Religioso com efeito Civil.
2º. Termo de Casamento Religioso.
3º. Livro de Ata de Casamentos.
4º. Certidão de Casamento.
Rememorância B: “Cinco locais”
1º. Cartório de Registro Civil.
2º. Cartório de Notas.
3º. Secretaria da igreja.
4º. Residência.
5º. Local da cerimônia religiosa.
 
Capítulo 11: Planejamento do casamento: cerimônia religiosa
Onde será o casamento?
Sobre o agendamento do casamento no templo: Considere os eventos da igreja antes de definir a data com os noivos
Confirme o local da recepção
Sobre a ornamentação do templo para o casamento
Antes da cerimônia
Ao término da cerimônia
Sobre o horário do término da cerimônia
Sobre os valores
A taxa de manutenção
Pró-labore aos que trabalharem no evento
Quem fará o casamento?
O oficiante da cerimônia
No caso de “jugo desigual”, comunique, de antemão, o pastor que celebrará o casamento
O caso de oficiantes não-evangélicos
O roteiro do casamento
Abertura
Palavras inciais
Cerimônia civil
Sermão nupcial
Cerimônia das alianças
Votos
Oração final
Cumprimentos aos pais e padrinhos
Declaração final e encerramento do cerimonial
Saída dos noivos, seus pais e seus padrinhos
Saída dos oficiantes
 
A importância do checklist do cerimonial de casamento
Sobre a lua de mel
Tenha iniciativa
Se programe com antecedência e não deixe de usufruir este necessário momento na vida do casal
Lua de mel se vive a dois: não leve seus parentes e amigos para lá!
 
Capítulo 12: A importância de compreender e vivenciar a submissão no casamento
Lidando com as autoridades
Compreenda o Princípio de Autoridade que Deus estabeleceu e pelo qual sempre se pautou
No caso da namorada, analise sua postura quanto ao reconhecimento e ao respeito devido às autoridades que estão sobre sua vida
“Cessão” e “submissão”: A necessidade de que dois indivíduos cedam suas vontades em prol de uma decisão
A compreensão do termo “submissão” e a questão da autoridade espiritual do lar e: se não funcionar no namoro não funcionará no casamento
Análise textual no grego koiné: “Submissas”, “Sujeita a”
Permita que seu amor amadureça contigo
 
Capítulo 13: A armadilha fatal do casamento em “jugo desigual”: abra os seus olhos espirituais
Não se acorrente a um “jugo desigual” no namoro
Uma realidade espiritual
Dificuldades que o jugo desigual arrasta pelo resto da vida (ou até a conversão do cônjuge)
Fique atento às tradicionais desculpas daqueles que namoram “em jugo desigual”
Exceção a considerar: nem sempre namorar uma pessoa convertida é sinal de que isto redundará no casamento ideal para um servo de Deus
Cuidado com as “profetadas”
 
Capítulo 14: Casamentos errados “sepultam” ministérios: não cometa este erro! Saiba escolher antes de se casar
Escolha criteriosamente hoje para não se lamentar amanhã
Casamentos errados “sepultam” ministérios: não cometa este erro! Saiba escolher antes de se casar
Critérios que podem reduzir as possibilidades de seu ministério ser anulado dentro de sua própria casa
1º. Analise o tempo de conversão e os frutos esperados pelo tempo decorrido
2º. Escolha alguém que esteja aliançada em uma igreja
3º. Observe se é frequente nos cultos
4º. Observe se, além dos cultos, tem uma vida devocional
5º. Veja se não é uma pessoa murmuradora
6º. Que esteja sempre presente ao seu lado
7º. Que não abra mão de o casal congregar unido em uma única igreja
a. Comunique aos seus pastores sobre o seu noivado
b. Entenda que nem sempre a adaptação será fácil
8º. Que ajunte, e não que espalhe: indo além da compreensão ao seu chamado ministerial
9º. Que procure se envolver ativamente em seu ministério
a. A importância da pontualidade
10º. Que compreenda que parte do tempo da família será dedicado ao trabalho ministerial
11º. Que se disponha a ir aonde o seu marido for enviado a servir
12º. Que, uma vez que você tenha certeza de seu chamado ministerial, sua futura esposa esteja disposta a enfrentar as dificuldades comuns às esposas de líderes
Capítulo 15: Faça um checklist
Não faça uma “escolha adolescente”
Beleza e aparência são importantes, sim, mas não são os principais critérios para se definir com quem você irá se casar
A importância de haver requisitos

 

Adquira o seu agora, na livraria da igreja ou clicando aqui.

Nossa história através de nossos informativos

Últimas notícias

05/07/2017 18:17
Com a programação de aniversário...
03/04/2017 10:34
Após período usando o sistema...
23/12/2016 13:28
 À partir de janeiro dois dos...
1 | 2 | 3 | 4 >>

 

Agenda

Newsletter

Assine a nossa newsletter:

Baixe agora o nosso aplicativo